Posts tagged ‘Walter Salles’

15 de Dezembro de 2012

SAM RILEY, GARRETT HEDLUND E WALTER SALLES FALARAM DE KRISTEN E ON THE ROAD

por Maria Mel

Kristen Stewart está crescida no seu novo filme On the Road. A estrela de Crepúsculo fica nua, usa drogas e tem trios no seu último filme, que é uma adaptação do famoso romance de Jack Kerouac.

Mas o seu co-star Sam Riley disse que as cenas sensuais com K-Stew, em que ela está totalmente topless, não era exatamente excitantes. “É uma coisa estranha … Eu fiquei muito desconfortável”, disse ele a SheKnows ontem em Nova York. “Ela tinha 19 anos, eu  quase 30, casado … nós somos companheiros é apenas uma espécie de fazê-lo o mais rápido possível, ao contrário da vida real, eu realmente não vejo um futuro para mim no erotismo…”

Kristen interpreta Marylou namorada de Garrett Hedlund no filme, e a sua química evoluiu naturalmente, uma vez que passou um mês inteiro juntos antes de filmar. “Eu acho que estavamos apenas uns com os outros nas quatro semanas antes das filmagens,” Garrett explicou a SheKnows. “Estávamos todos no mesmo quarto durante todo o dia, todos os dias Era eu e Sam e Kristen neste apartamento com Walter [Salles, o diretor], ouvindo jazz, liamos;. Era um salão grande de estudo Além disso, ela não é difícil de se conviver, também. Estava tão dedicada a isso. “

O Diretor Walter Salles ecoou o mesmo sentimento. “Ela era tão experiente sobre o livro”, disse ele a SheKnows. “Ela tinha um entendimento profundo sobre o livro e o personagem que eu a convidei para fazer o filme se sempre fosse feito. Levamos cinco anos para ter o financiamento, mas durante todos estes anos, ela permaneceu presa ao projeto e a querer fazê-lo, o que diz muito sobre ela. “

Kristen não é a única a mostrar a pele em On the Road. Garrett está nu durante muitas cenas do filme, também. “Eu não vi o meu irmão nu as vezes que eu vi Garrett nesses seis meses! É engraçado, obviamente”, disse Sam.

“Acabamos de ficar muito bêbados de antemão”, Garrett brincou sobre a forma como ele lidou com a sua nudez na tela. “Todos perguntam, ‘foi estranho estar nu a frente de Sam ou Kristen?’ Mas eles são a menor das preocupações. O homem com  bigode a fazer aqueles sons. Isso é mais complicado. “

Sam, que é britânico e vive em Berlim, disse que não estava familiarizado com a saga Crepúsculo antes de conhecer Kristen, mas ela tentou explicar-lhe. “Kristen tentou dizer o que o enredo era para o que acabou de sair agora e parecia maluco!” ele riu. “É como, ‘Ele é um vampiro e ele é um lobisomem e eu engravido com ele porque nós estávamos dançando e depois a criança cresce rapidamente e ele fico quase da idade da criança.” Eu pensei, ‘Isso é entretenimento para crianças muito incomuns’ “.

Uma coisa é certa: On the Road é definitivamente para o público adulto! O filme chega aos cinemas 21 de Dezembro.

Fonte via:  itsoktobeyou

11 de Dezembro de 2012

NOVAS FOTOS DE KRISTEN NO SCREENING E Q&A DE S. FRANCISCO + RELATO DE JERRY CIMINO SOBRE CONHECER KRISTEN

por Maria Mel

 

read more »

31 de Outubro de 2012

KRISTEN VAI PARTICIPAR DO Q&A DE ON THE ROAD A 5 DE NOVEMBRO

por Maria Mel

Segunda, 5 de November, de 2012 as 7:00PM

Pacific Design Center
8687 Melrose Ave
Los Angeles, CA 90069

Q&A: Garrett Hedlund, Kristen Stewart, e Walter Salles

Source | Via

VIA: RP LIFE

10 de Outubro de 2012

DANNY MORGAN E WALTER SALLES FALAM DE KRISTEN

por Maria Mel

Danny Morgan:

O Diretor Walter Salles tinha o elenco junto desde cedo. “Então, no momento em que começou a filmar realmentejá tinham estado juntos e senti como um paralelo entre fazer um filme e a vida que levavam no livro”, disse Morgan.

“Nós estávamos simplesmente nesta aventura juntos. Tivemos muita diversão – embora eu não ache que fossem tão decadentes como isso “.

E Morgan admite que demorou um pouco para conhecer Stewart e Viggo Mortensen. “Eles não foram distantes, eu fiquei um pouco chocado. Mas nós saímos um pouco para bares e Kristen vinha connosco  Ela pode ter seguranças, mas a maior parte do tempo as pessoas saiam. “

Foi só quando estavam viajando entre locais que também incluía o México, a Argentina e os Estados Unidos, que a histeria em torno da estrela de Crepúsculo se tornou aparente.

“Nos aeroportos, haveia milhares de pessoas gritando ‘Kristen’. Deve ser duro. Eu não invejo isso. Fiquei muito impressionado como ela lida com isto  numa idade tão jovem. “

Walter Salles:

“O compositor Gustavo Santaolalla tinha visto um dos primeiros cortes de Sean Penn, Na Natureza Selvagem e ficou tão impressionado que disse: ‘Não procures mais por Marylou – eu conheço a rapariga'”, lembra o diretor. “Kristen era realmente tudo o que estávamos a procura. Ela conhecia o livro muito bem e ela entendeu a essência da Marylou -. Um espírito independente, uma jovem mulher que estava à frente do seu tempo “

Fonte e Fonte via: fiercebitchstew

Etiquetas:
20 de Abril de 2012

WALTER SALLES FALA DE MARYLOU E DE ON THE ROAD

por Maria Mel

No instante em que “Na Estrada”, adaptação da obra de Jack Kerouac pelas mãos do brasileiro Walter Salles, estrear no 65º Festival de Cannes, uma jornada de mais de 30 anos estará concluída.

O caminho que ontem deu na seleção oficial do evento (de 16 a 27/5) começou em 1979, quando Francis Ford Coppola comprou os direitos para cinema. Desde então, o cineasta tentava levar o texto às telas. Mas o projeto só tomou forma quando Salles subiu a bordo, em 2004.

“Alguém da produtora dele viu ‘Diários de Motocicleta’ e nos encontramos para falar de ‘On the Road’”, lembra Salles, 56. “O livro tinha me impactado, aos 18 anos. Fiquei marcado pela liberdade radical dos personagens. Era o oposto do que vivíamos no Brasil dos anos 1970.”

Outros pontos ajudaram a produção, como a paixão dos atores pela obra original. Caso de Kristen Stewart, que vive Marylou. “‘On the Road’ era um dos livro de cabeceira dela”, diz Salles, que dirigiu a estrela de “Crepúsculo” sem problemas, mesmo nas cenas de nudez total.”As dificuldades que encontramos foram sobretudo ligadas à complexidade do projeto e à necessidade de fazer o filme com um orçamento apertado [de US$ 25 milhões]. Mas os limites funcionaram a favor do longa.”

“Há uma qualidade libertária em Marylou, um desejo de experimentação, que Kristen conhecia bem.” Sam Riley, que faz o alter ego de Kerouac, Sal Paradise, e Garrett Hedlund (o amigo Dean Moriarty), embarcaram logo depois. Mas quem impressionou foi Viggo Mortensen, no papel de William Burroughs. “Ele chegou pronto no set, com a roupa do personagem, a máquina de escrever e o revólver que ele usava em 1949. Foi uma transformação impressionante.”

FONTE: folha VIA: robstendreams

12 de Março de 2012

MAIS REACÇÕES AO TRAILER DE “ON THE ROAD”

por Maria Mel


O primeiro trailer de Walter Salles, “On the Road” foi lançado, na sequência da quente  estreia do poster apenas na semana passada . O novo filme, estrelado por Sam Riley, Garrett Hedlund e Kristen Stewart, é baseado no clássico romance do mesmo nome da lenda Beat de Jack Kerouac. O trailer começa por mostrar as façanhas rebeldes do duo Sal e Dean (Riley e Hedlund) como eles embarcam numa série de aventuras selvagens em toda a América, com toda a articulação, num carro-derrapante, condução a nu, libertina dança-sexy e o que isso implica. A última metade do clipe dá uma indicação das correntes mais escuras do livro, incluindo problemas imprudentes de Dean com a sua segunda mulher, Camille (Kirsten Dunst) e um pouco por volta da marca 1:08 que parece mostrar Sal sofrendo os efeitos de disenteria durante uma fatídica viagem ao México, que ocorre no final do livro. Stewart, naturalmente, será objecto de grande parte da atenção da imprensa por ela “ter um grande” papel no filme, apesar da sua personagem (16 anos de idade esposa de Dean  Marylou) desempenhar mais  uma peça de apoio na história do que a campanha publicitária indica (note-se o “e” antes de seu nome na primeira linha dos créditos). E, além disso, não é como se esta fosse a primeira vez que ela já teve uma parte, danificada e rebelde (ver: “The Runaways”, “Adventureland”, “Welcome to the Rileys”). Em todo o caso … A melhor parte do trailer é a forma como mostra a cinematografia do filme lindo (a estética visual  lembra um pouco de  Salles,  Che Guevara bio-filme “Diários de Motocicleta”), e eu gosto da sensação errante, melancólica trabalhada na recta final (que é fiel ao espírito do livro). Dito isto, há um sentido que  pode tender mais para um estilo “Hollywood” de interpretação, em vez de um verdadeiramente audacioso. Quanto a Salles é certamente um bom director, mas no final do dia ele não é conhecido por ser particularmente aventureiro.

Contudo, este é um trailer bastante sólido.

A minha nota: B +.

Nota dos leitores A

fonte: hitfix

O Romance de Jack Kerouac em 1957 o classico, On the Road , colocoi a Geração Beat no mapa, tornando-se um marco geracional que disparou a imaginação dos leitores o anseio jovem para a aventura. Detalhamento do livro de uma odisséia, hiperativa física e espiritual em toda a América parecia feito sob medida para o filme de viajem na estrada final, e de facto, Kerouac originalmente queria Marlon Brando que comprou os direitos de On the Road , e estrelar uma versão cinematográfica do livro com próprio Kerouac. Francis Ford Coppola acabou comprando os direitos em 1979, mas um projecto de filme nunca conseguia sair do chão.

O aclamado director brasileiro Walter Salles ( Central Station , The Motorcycle Diaries ) finalmente começou a produção do filme no verão de 2010, e agora temos um trailer provando que essa coisa, finalmente, está finalmente a acontecer. E o clipe parece promissor, sugerindo fidelidade ao espírito do romance. O filme foi filmado em San Francisco, Montreal, e outros locais, e a cinematografia parece linda, com interiores escuros, melancólicos que contrastam com brilhantes filmagens ao ar livre. A abertura de transição da máquina de escrever para a expansão ilimitada da estrada aberta também é bastante elegante.

O filme é estrelado pelo ator britânico Sam Riley (que interpretou Ian Curtis no Joy Division bio-filme  Controle ) como o alter ego de ficção de Kerouac, Sal Paradise, e Garrett Hedlund ( Country Strong , Tron: Legacy ) como o Dean Moriarity  carismático, com base no real  Neal Cassady. Kristen Stewart, que vai trazer os  fãs de Crepúsculo aos assentos do cinema, é a  Marylou esposa de Dean com 16 anos, e temos um Allen Ginsberg que não é nem James Franco nem David Cross. Viggo Mortensen é uma escolha interessante para fazer um decididamente não-aparência cadavérica Old Bull Lee (baseado em William S. Burroughs), e o elenco é completado por Amy Adams, Kirsten Dunst, Steve Buscemi, Alice Braga, Tom Sturridge, Elisabeth Moss, e Terrence Howard num sax. O filme não tem data de lançamento ainda, mas vai estrear no Festival de Cinema de Cannes este ano.

fonte: nerve.com

10 de Janeiro de 2012

WALTER SALLES CONFIRMA A CONCLUSÃO DE “ON THE ROAD”

por Maria Mel

On the Road, filme baseado no livro de Jack Kerouac e que está sendo dirigido pelo brasileiro Walter Salles, finalmente está próximo de ver a luz do dia. Em produção há mais de um ano, o longa finalmente terminou de ser editado, de acordo com o cineasta.

“Acabamos de terminar a edição e a mixagem em Paris“, disse Salles em entrevista ao site “Your Entertainment Corner”. “Ainda há alguns passos até que o filme esteja completamente terminado. Quanto às datas de estreia, devem variar de país para país, já que ele será distribuído de forma independente“, contou.

Um dos produtores do filme é Francis Ford Coppola, que está envolvido no projeto há anos.

No elenco, estão Sam Riley, Garrett Hedlund, Tom Sturridge, Kristen Stewart, Viggo Mortensen, Amy Adams, Steve Buscemi, Kirsten Dunst e Terrence Howard.

Hedlund interpreta Dean Moriarty, o amigo de Kerouac, enquanto Stewart faz as vezes de sua mulher, Marylou.

De acordo com o site “Deadline”, On the Road deve ficar pronto a tempo do Festival de Cannes deste ano, que acontece em maio.

fonte:uol | via via: twilightfeverr

25 de Setembro de 2011

TEMPO ESTIMADO DE “ON THE ROAD” 130 MINUTOS.

por Maria Mel

Wild About Movies traz o trailer do filme oficial do On The Road

Baseado no romance de Jack Kerouac com o mesmo nome.

O lado selvagem : Dean Moriarty (Garret Hedlund) e Salvatore Paradise (Sam Riley) são o retrato da vida da geração beat, no aqui e agora, durante os Fifties.

A sua busca pelo “It” resulta em um rápido passeio de montanha-russa, energético  com altos e baixos em todo os EUA

Elenco : Garrett Hedlund, Sam Riley, Kristen Stewart, Kirsten Dunst, Viggo Mortensen, Amy Adams

Director : Walter Salles Movie Studio: TBDAvaliação: R (para  linguagem, as situações de adultos)Duração: 130 minutos

FONTE: wildaboutmovies VIA: kristenstewartfrance

6 de Setembro de 2011

Viggo Mortensen falou sobre “On The Road”

por Maria Mel
 Best Movie (Itália): Onde é que vamos vê-lo na próxima vez?
Viggo Mortensen :. “In On The Road (de Walter Salles, baseado no romance de Jack Kerouac), onde eu faço o Old Bull Lee, Aconteceu quando Eu estava proposto para o papel de Freud, no início eu não estava convencido de que  pudesse chegar perto do personagem, mas, em seguida, os cineastas tranquilizaram-me, dizendo-me que eu tinha a abordagem correta. Uma característica partilhada por Freud e Old Bull Lee, os outros tem-lhes admiração, eles querem aprender com eles. “
Viggo Mortensen interpreta Sigmund Freud em “A Dangerous Method“, dirigido por David Cronenberg, que dirigiu “Cosmopolis”.
fontes: robsteners via: vonch
8 de Fevereiro de 2011

BIOGRAFO: Kerouac Gostaria Muito de Kristen Stewart, Garrett Hedlund em ‘On the Road’

por Maria Mel

Não olhe agora, mas a seminal obra de Jack Kerouac romancista Beat ‘On the Road “está prestes a receber o tratamento de mudança.

A adaptação do filme  baseia-se num molde fresco, incluindo: a “estrela de Tron Legacy Garrett Hedlund, o novato Sam Riley e Bella Swan , Kristen Stewart , um trio a chamar os de fãs de Twilight. A primeira produção ainda do aguardado filme quente que  foi lançado recentemente e que tem fãs de Kerouac que todos falam. Enquanto alguns têm questionado as escolhas do elenco outros pensam que o diretor Walter Salles foi um encaixe perfeito em escolher Stewart, Hedlund e Riley para fazerem os icônicos personagens de Kerouac. “Bem, a ironia de tudo isso é que Marylou [Stewart] papel  que tem 17 em ‘On the Road”,  Kristen Stewart, parece ter essa idade “, disse Dennis McNally, Grateful historiador e autor de ‘Desolation Angel “, a biografia definitiva de Kerouac. “Eu conheci Salles, o cineasta . Ele estava programando com muita antecedência – a investigação. E enquanto ‘On the Road” como um projeto cinematográfico sempre parecia amaldiçoado para o [“padrinho” do diretor Francis Ford Coppola), que foi tentando fazê-lo desde década de 1970 – Desejo-lhe sorte “.

A primeira vista, parece certamente um ajuste pobre Riley  como o alter ego de Kerouac e, o aparentemente inofensivo, de olhos azuis Hedlund, como Kerouac descreve Neal Cassady, rapido e grande tagarela carismático. Felizmente, “On the Road” é também apoiado pelo talento de veteranos como Viggo Mortensen, Terrence Howard, Amy Adams , Steve Buscemi e Elisabeth Moss. E depois há Kirsten Dunst .

McNally:  é certo que o escritor Beat aprovaria. “Kerouac queria ver seu filme feito”, disse ele. “Ele estava esperando por Brando na época. Mas eu desconfio que ele ficaria muito satisfeito.”  O projecto de Salles,  foi filmado a volta do mundo, do Arizona, Califórnia e Louisiana para a Argentina, Canadá e México, ainda tem que conseguir um distribuidor nos EUA, mas é esperado  ser lançado ainda este ano. O filme ficou preso no inferno da pré-produção durante décadas. Coppola comprou os direitos do filme na década de 1970, e Brad Pitt e Colin Farrell foram ambos escolhidos para papéis de liderança, em diferentes pontos do livro é a viagem que passa para o cinema. Marlon Brando foi uma vez escalado para ser Dean Moriarty oposto ao próprio Kerouac como Sal Paradise.

Em 1957 uma carta de Kerouac a Brando, foi descoberta enquanto “filme de Salles estava em produção, onde Kerouac lhe  atribuía o papel :

“Estou rezando para que você compre” On the Road “e faça um filme . Não se preocupe com a estrutura, eu sei  o que fazer para comprimir e re-organizar o enredo um pouco para dar um filme perfeitamente aceitável com o tipo estrutura: transformando-a numa viagem com tudo incluído, em vez das várias viagens de costa a costa, no livro, uma ida e volta  a Nova York a Denver a Frisco , México a Nova Orleans para Nova York mais uma vez eu vou fazer as fotos mais bonitas. poderia ser feita com a câmera no banco da frente do carro mostrando o caminho (dia e noite) gravando no pára-brisa, como o Sal e Dean . ” Kerouac disse a Brando : “Eu queria que fizesse o papel porque Dean (como você sabe) não é estúpido, mas sim um verdadeiro inteligente  irlandês. Você faz Dean e eu vou fazer Sal (Warner Bros falou em eu ser Sal) e eu vou mostrar como fazer. “Será uma versão cinematográfica que vai sacudir  uma nova geração, como o livro fez, fazendo ficar muitos com  os olhos arregalados na estrada procurando homens armados com garrafas e ancas dançando  jazz? É apenas uma suposição.

FONTES: popeater VIA: KstewAngel