OLIVIER ASSAYAS MENCIONA KRISTEN EM NOVA ENTREVISTA AO THR

por Maria Mel

Como surgiu a ideia para Sils Maria?

Tudo começou com Juliette Binoche me ligando. Nós compartilhamos uma história. Começamos juntos em Rendez-vous. Foi meu primeiro roteiro e o primeiro grande papel da vida dela. Ele foi mostrado em Cannes e nós éramos as crianças do grupo. Mas ele nunca foi algo que podíamos trabalhar juntos, centrado totalmente nela. Então ela me ligou dois ou três anos atrás e perguntou “Por que não fazemos alguma coisa?” Normalmente quando recebo chamadas assim é sempre: “Sim, claro, mas eu estou trabalhando em outra coisa no momento” e isso é estranho. Mas desta vez algo me dizia que havia mais do que apenas isso. O filme tomou forma e tornou-se uma história de reinvenção e eu pensei em usar Juliette como ela realmente é. Ela é mais interessante quando atua em inglês, porque de alguma forma ela fica menos autoconsciente do que quando esta atuando em francês e por isso começou a evoluir e se tornou algo que eu nunca imaginei.


Como Kristen se juntou ao projeto?

Kristen foi uma longa história, porque originalmente ela não podia participar por causa de conflitos na agenda. Ela amava o roteiro, mas o momento não era certo então continuamos e teve Mia Wasikowska, mas ela tinha um contrato com a Disney para a sequência de Alice e seu contrato não permitia que ela estivesse em outro filme durante esse período. Até esse momento a agenda de Kristen estava livre, assim mandamos de volta e ela foi capaz de fazer. Esse foi o lado técnico, mas a melhor parte, a parte humana é a pessoa incrível que ela é. Espero que todos possam ver o meu entusiasmo ao ver o que ela fez, a liberdade que ela teve em sua atuação e o humor que não tínhamos visto, mas que apenas saiu, eu não sei como ou por quê. É realmente muito emocionante quando você esta filmando com uma jovem atriz e vê-la responder bem ao seu material e crescer diante dos seus olhos.



Como foi ter duas grades atrizes no set?

É uma zona de perigo e no final eu estava espantado. Kristen é muito fã de Juliette. Ela adora seu trabalho e ela sentia que tinha algo para aprender com ela, e eu acho que Juliette amava essa posição de ser capaz de transmitir algo para outra atriz. Julietteinventou seu próprio estilo de se transformar em uma personagem que é parte espontânea de sua linguagem. Kristen a observou muito e aprendeu muito com ela e usou isso. Não foi algo competitivo, era algo simbiótico.

VIA: kristenstewart.com.br

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: